Tem gente que ama novela. Tem que gente que não é nada fã. Mas, noveleiros ou não, uma coisa é verdade: de viagem todo mundo gosta.

E não tem como negar: a “moda” de lançar novelas ambientadas em um destino em especial tem feito sucesso. Mesmo que a gente não esteja nem aí se a mocinha vai terminar com o mocinho no último capítulo, não dá para segurar um suspiro quando aparecem aquelas tomadas de cenas de uma paisagem deslumbrante.

E a novela global das seis, Flor do Caribe, com cenas filmadas na Guatemala e em Natal, nordeste brasileiro, tem esse efeito colateral de “ai, ai, como eu queria…”.

E olhe que o Henri Castelli não tem nada a ver com isso.

Publicidade de Flor do Caribe
Imagem da divulgação da novela Flor do Caribe, da Globo. Diga aí se aquele veleiro no cantinho não está convidativo?

 A novela se passa numa cidade fictícia chamada Vila dos Ventos, e as cenas foram gravadas no Rio Grande do Norte. Logo, é cheia daquelas paisagens bem solares e refrescantes, cheias de praia, rede, som de forró ao fundo e sotaque macio.

E nem vem ao caso aqui se os atores estão reproduzindo ou não o sotaque direitinho. Até porque, como boa ex-moradora saudosa do Nordeste que sou, é só eu ouvir um “oxe”  que seja que já morro de saudades! 🙂

 Muitas delas, devido ao próprio enredo da história, que conta com pilotos, foi filmada na Base Aérea de Natal. Sim, bem bacana. Mas as imagens mesmo que a gente se apaixona são as filmadas na Praia do Madeiro, em Pipa.

DSCN9916
Praia do Madero, no Rio Grande do Norte. Foto gentilmente cedida pelo Átila Ximenes, do blog Vou contigo (http://voucontigo.com.br/)
DSCN9888
Praia do Madero, no Rio Grande do Norte. Foto também cedida pelo Átila Ximenes, do blog Vou contigo (http://voucontigo.com.br/)

[box type=”info”]Aliás, quem tem um vídeo com imagens lindas de lá é o Blog Vou Contigo, neste link aqui. É um vídeo filmado durante o projeto “Descobrindo o Brasil” que, entre outras delícias, registrou o caminho e as paisagens lindas de Pipa (RN) a São Miguel do Gostoso (RN). Para assistir no computador mesmo, que é para já entrar no embalo e comprar uma passagem para lá depois.[/box]

Fomos convidados pela Rede Globo a ir lá no Projac, conhecer de perto os estúdios de gravação, as cidades cenográficas e o elenco. A visita, aliás, foi ótima. Porque numa novela com tantos atrativos como praias e cachoeiras guatemaltecas, nada mais natural do que ser recepcionada por outras belezas naturais, como essas da foto! :p

conversando com o elenco de Flor do Caribe
Thiago Martins, Max Fercondini e Dudu Azevedo, três integrantes do elenco da novela. Fica difícil se concentrar no release assim…

Max Fercondini e Dudu falando sobre Flor do CAribe

  O trio falou um pouco dos seus personagens e seus dilemas ao longo da trama, contaram sobre as gravações (a Praia do Madeiro é unanimidade entre eles como indicação de destino para visitar!) e contaram sobre os seus destinos de viagem favoritos: o Max Fercondini adorou o Havaí, o Thiago Martins está indo para o Chile, o Dudu Azevedo amou surfar em Bali e nenhum deles faz planos de ir à Disney em Orlando ou Buenos Aires em julho ou dezembro, época de férias da maioria dos brasileiros, exatamente para tentar “fugir” um pouco do assédio.

Viu? Dondeando por Aí… e Revista Contigo! estão assim, ó! 🙂

 Acabado o bate-papo, fomos conhecer o set de filmagens e dar umas “voltinhas’ pelo Projac. E é nos detalhes que a gente vai caindo a ficha de que estamos nos Estúdios Globo!

Coletor de Capítulos

Entrada do Estúdio Flor do Caribe
Entrada do set de filmagens da novela Flor do Caribe. Entrando ali a gente já começa a fazer silêncio.
Lista de trechos gravados
Detalhe da relação de cenas filmadas dos capítulos. A novela geralmente adianta 30 dias de gravação para a data que está sendo exibida, exatamente ter tempo hábil e cobrir imprevistos de filmagem.

Assistimos a gravação de uma chamada com a Grazi Massafera (que não era permitido fotografar, para tristeza de meus leitores!) e uma cena da novela com o Igor Rickli, o antagonista da trama. Admirável a atenção aos detalhes de cada cena e a perfeição com que cada momento da novela é registrado. Impossível sair de lá sem ficar ansioso para assistir na TV o resultado.

Depois, claro, fomos pegar o “Globomóvel” e conhecer as cidades cenográficas das novelas.

Carrinho eletrico dos estúdios globo

A primeira parada foi em Vila dos Ventos, Rio Grande do Norte – a simpática vila da novela Flor do Caribe. Cada detalhe, inclusive os peixes na panela das peixarias, e os enfeites, roupas no varal e carrinhos de pipoca são idênticos ao mundo real. A idéia é que assim – inclusive construindo casas em tamanho real em que atores possam circular e encenar lá dentro – facilite as filmagens, evitando o deslocamento para o Nordeste repetidas vezes.

Cenário Natal da novela Flor do Caribe

Vila da Flor do Caribe

Essa, pro exemplo, era a casa rica da família do antagonista da novela, o Alberto. A casa em si é toda de fibra de vidro (basta bater na “madeira” dos assoalhos para ouvir o som oco) e vazia em seu interior (as cenas do interior são filmadas em estúdio, com luz artificial e cenários criados especialmente para as cenas, mudados todos os dias conforme o plano de filmagem), mas pudemos visitar os arredores da casa.

E, na boa, cenográfica ou não, eu moraria lá fácil fácil!

Cenário Flor do Caribe

Muita gente se refere ao Projac como a “fábrica de sonhos”. Visitando de perto, a gente entende o porque: de um cenário a outro, tem-se a sensação de que viajar no tempo e no espaço. Assim, apenas alguns metros separam o Rio de Janeiro do início do século da Turquia atual, ou de um Rio Grande do Norte ensolarado. E para recriar cada um desses ambientes, uma equipe de cenografistas e figurinistas trabalham com um incomparável suporte técnico de história, costumes e informações de época e de espaço. O resultado é esse: uma viagem no tempo.

Cenário Lado a Lado novela globo
Cidade cenográfica da novela “Lado a Lado”: repare na parede azul ao final da rua!

Fomos conferir (também estavam lá os blogueiros de viagem do Vambora, Meus Roteiros de Viagem, Nós no Mundo, 360 Meridianos, Rodei, Miss Checkin e Fast Pass) o cenário de perto. E concordamos: de fato, o Projac é uma fácrica de sonhos: porque, dependendo de onde se tem a câmera, tem-se uma bela cidade de época… ou uma cidade “fake”.

E, honestamente? Nada a dever para os estúdios de filmes lá de fora. 🙂

Foto novela lado a lado

Posanod no cenário de LAdo a LAdo
Até me empolguei para posar de blogueira fotógrafa na cidade, foto registrada pelo Thiago Khoury, do Rodei.

E, bom… Quem assiste “Salve Jorge”, na novela, tem a impressão de que a Turquia e o Rio de Janeiro é ali do lado, tipo 10 minutos de caminhada.

Bom, no Projac, isso é verdade.

Detalhe do cenário de Salve Jorge

Detalhes Cenário Seu Jorge
O cuidado nos detalhes é encantador! Barraquinha de temperos de mentirinha, mas igualzinho a de verdade!

Detalhes do cenário de Salve Jorge

Mas a cidade, que parece enorme e toda de ruínas de verdade, só pede um olhar para o lado, para descobrir os truques.

Cenário Salve Jorge com tela azul

Detalhes estúdio São Jorge

 E, como bons blogueiros de viagem que somos, escolhemos o cenário de “Salve Jorge” na Turquia para uma foto do grupo. E que recomendo, aliás, a visita ao site deles!

Blogueiros de turismo reunidos no estúdio de Salve JOrge

 

A blogueira esteve no Projac a convite da Equipe de Mídias sociais da Rede Globo.

Comments

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário! :)
Por favor escreva seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.