No terceiro dia, a programação é: ver o nascer do sol no deserto, ver os gêiseres, ver os lagos termais, visitar a Laguna Verde e, para quem seguir para o Chile, ser deixado na Aduana. E para quem optou em retornar a Uyuni, aguentar mais 18 horas de carro (tipo, praticamente tudo o que a gente andou em três dias, só que num tiro só). Definitivamente, não recomendo.

Para cumprir tudo isso, o tiozinho acorda a gente às 4:30 com toda a delicadeza de um Júnior Baiano para sairmos no jipe às 5 da manhã. Sem café da manhã.
Cansativo, mas valeu muito a pena, como tudo neste passeio até agora. O campo onde fica os gêiseres é enorme, parece um campo minado, cheio de fumacinhas saindo (umas espessas, outras mais finas).

Não vimos nenhum explodindo, mas pela proporção do fumacê de alguns dava para ter uma idéia de como era o tamanho da criança.

Ah, sim, e fede!

E aí, com o sol nascendo, voltamos para a estrada.
Em seguida, os lagos termais – estes, sim, uma das coisas mais lindas e impressionantes da Natureza!

Reparem que, nesta foto, a superfície desse lago enorme que vocês estão vendo está totalmente congelada!

Mostrando: Rochane “pisando” na água…

 

… e o gelo quebrando!

Só que, um pouquinho mais adiante, separado apenas por algumas pedras, tem um lago de águas termais, quente, com fumaça saindo, inclusive. Um ofurô natural – ao lado de uma lagoa congelada, ambos em pleno deserto!

E aí, é aquela história…

Tour no deserto: 150 dólares;
Biquíni: 80 reais;
Acordar às 4:30 da matina depois de não dormir nada a noite toda: $%#%$%#
Mergulhar e curtir uma piscina natural de água quente numa paisagem dessa: não tem preço…

Comments

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário! :)
Por favor escreva seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.