Ôxe… Que lugar feio que só…

Na verdade, não tenho muito a dizer neste post. Apenas mostrar as fotos e completar a saga “Torres del Paine in a single day” e esperar tê-los convencido de fazer o mesmo passeio em 5, 7 ou 9 dias, tempo médio passado pelos mochileiros que vão lá para verdadeiramente curtir o lugar.

Este em questão é o Lago Pehoe, a última parada do nosso passeio pit-stop. A vista é indiscutível: a cor da água, inexprimível, vem do “paine” dos glaciares, e serve de moldura a uma pequena ilha, onde se localica a Hostería Pehoe. . A pousada em si não oferece grandes serviços, e já li críticas de que o atendimento não é lá essas coisas, mas com um vista dessas pela janela, não preciso nem dizer que o romantismo do lugar já é em si o ponto que faz toda a diferença, né?

E o melhor, é democrática. Ou seja, mochileiros podem chegar a ela pelas trilhas. Os adeptos do conforto tem trechos de estrada, ônibus e serviços de transfer que os levam até lá com todo o conforto desejado.

E, já com os olhos e a alma felizes de tanto ver, voltamos à estrada, para mais uma maratona de 3 horas de viagem para voltar à El Calafate, Argentina.

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário! :)
Por favor escreva seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.