Nossa colaboradora Fabiana Montenegro (que já fez para a gente esse super post da sua viagem à Índia, aqui!) foi conhecer de perto a Oktoberfest original, que acontece em Munique, na Alemanha, e divide aqui todas as suas dicas!

E nós, do Dondeando por Aí, já pensamos cá com nossos botões de conferir de perto essa festa toda ano que vem. Sabe como é, né? Só para ver se a cerveja é tão boa mesmo como dizem. Motivos puramente profissionais, claro! 😛

Com vocês, Fabiana!

*****

“Este ano estivemos na edição de número 180 da October Fest, em Munique, Alemanha. Inspiradora de vários eventos cervejeiros ao redor do mundo, inclusive aqui no Brasil, a original impressiona pelo tamanho, animação, número de participantes e organização.

1384253_637937476228187_1114426717_n
Vista da Oktoberfest do alto da Roda Gigante. Crédito da Foto: Paulo Jark

O evento termina no primeiro domingo de outubro e começa 16 dias antes. A festa teve seu início antecipado para setembro por causa do frio que começa a castigar em outubro e impediria o desfile das meninas de saias e decotes imensos, com suas roupas típicas. Quem quiser entrar no clima, pode adquirir um Bavarian Dirndl (para meninas) ou o Lederhosn (para meninos). O modelito completo sai por 100€ mais ou menos, e pode ser encontrado em qualquer esquina da cidade. E não é nenhuma vergonha usar, digamos que mais de 50% das pessoas vão vestidas a caráter.

Nos 16 dias de festa o que se vê é uma reunião de pessoas de todas as idades. Famílias inteiras participam, pois tem diversão para todo mundo. O parque de diversões é disputadíssimo pelas crianças e da roda gigante é possível ver a festa inteira do alto, uma bela imagem. A festa fica lotada de quinta a sábado, por isso programe-se para ir também em outro dia da semana para curtir com mais comodidade o evento.

DSC05971
Vista de um dos corredores da Oktoberfest. É possível ver como as pessoas realmente vão à caráter e como é uma festa familiar. Crédito da foto: Paulo Jark

A entrada  no parque onde a festa acontece, assim como nas tendas cervejeiras é gratuita. O chope custa 10€ a caneca, mas são canecas de 1 litro, ou seja, pouco mais caro que aqui no Brasil. Peça um frango assado para acompanhar, são saborosos e chegam muito rápido. Ou opte pelos pratos típicos: lingüiças (wurst), pretzel (breze), salada de batata e muita carne de porco.  Reserve umas moedas para a gorjeta se quiser evitar o mal humor dos garçons. Nós dávamos gorjeta de 50 centavos a 1 euro, mas atenção: é preciso dar gorjeta a cada cerveja pedida.

DSC05992
Paulo Jark, brasileiro que conhecemos durante a viagem, degustando uma cerveja com seus amigos.

Importante, a tão desejada cerveja só pode ser servida para quem está nos galpões cervejeiros e sentado, por isso é bom chegar cedo para garantir o seu lugar ou você vai ter que ficar esperando que alguém vá embora, tarefa difícil. Fica fácil encontrar lugar na parte dos galpões que fica ao ar livre. Não é aquecido muito menos animado como lá dentro, mas é uma opção para quem não conseguiu um lugar ao sol.

DSCF3229
Galpão da cerveja Löwenbräu. Fotos cedidas por Fabiana Montenegro

Você poderá escolher entre um desses galpões para degustar a cerveja feita em Munique: SpatenLöwenbräuAugustiner-BräuHofbräu-MünchenPaulanerHofbräuhausHacker-PschorrKäfer Wiesn-Schänke e Weinzelt (acho que não faltou nenhuma). 

DSC06001
Ihh, vou ficar devendo o nome deste galpão… É que entramos em todos para conhecer! 🙂 (Foto cedida por Fabiana Montenegro)

 A cerveja servida na Oktoberfest é feita especialmente para essa ocasião pois é  produzida de acordo com a receita original, datada das primeiras Oktoberfests (nos anos de 1810+) e o teor alcoólico é maior, entre 5,5 e 6%.  A cerveja vendida durante a Oktoberfest é chamada “Oktoberfestbier”.  Se você quiser conhecer as tendas mais concorridas, Hofbräuhaus e Augustiner-Bräuchegue às 9h, quando os portões abrem, pois elas são realmente muito concorridas.

DSCF3153
Foto no galpão da cervejaria Spaten (Foto cedida por Fabiana Montenegro)

Agora relaxe e aproveite. Se você passar um pouquinho da conta, pode voltar para o hotel nos carrinhos puxados por bicicletas que se acumulam aos montes na saída da festa, mas negocie o valor antes. No primeiro dia pagamos 10€ por um trajeto bem curto pois nosso hotel era perto do local da festa, no segundo dia nos cobraram 20€, desistimos e voltamos a pé.

Ah, em tempo: ficamos num hotel ótimo, que eu super indico porque íamos e voltávamos à pé da Oktoberfest. Era o Eurostar e você pode fazer a reserva dele aqui.

DSCF3167
Detalhe do carrinho que leva você até seu hotel, pós Oktoberfest! (Foto cedida por Fabiana Montenegro)

Imperdível

Já que vc está em Munique, aproveite para ir até o castelo de Neuschwanstein, que inspirou Walt Disney na construção do castelo da Cinderela. Reserve um dia inteiro para o passeio, mas antes consulte a previsão do tempo, em dias nublados o passeio perde um pouco do encanto pois não é possível ver a paisagem deslumbrante.

Compras

Para as compras, além de tudo que você achar que vale à pena, não deixe de comprar a linha de produtos para cabelo Schwarzkopf, que é caríssima aqui no Brasil, mas que você encontra lá em qualquer farmácia por 3€ em média. Os cremes das marcas europeias como Vichy e Avéne também têm bons preços.  Se tiver alguma criança para presentear, dê uma passadinha na Toys R’ us: não é tão barato como nos EUA, mas bem mais barato que aqui.

 

Esticando a viagem

Se puder esticar a viagem, você tem duas ótimas opções: permanecer na Alemanha e conhecer Berlim e Frankfurt; ou ir para o Leste Europeu de trem como eu fiz. Munique fica a 4:30 minutos de Viena, que fica a 5 horas de Praga. Ambos são lugares que não dá pra morrer sem conhecer, maravilhosos, mas isso já é outra história.”

Viel danke, Fabi!!! 🙂

Comments