[show_AdSense float=”left” ad_client=”pub-9501066899733075″ ad_slot=”6562283172″ ad_width=”250″ ad_height=”250″ ]

Tive o prazer de conhecer o país há menos de um mês atrás, e me surpreendi ao ver que o Egito tomou as páginas dos últimos noticiários – mas não por motivos pacíficos.

E, na boa, acho que eles estão certos de ir lá tentar mudar o que existe hoje. Porque torço para que as coisas melhorem por lá. Por eles, que merecem um país melhor, e pela gente, que merece conhecê-lo.

E digo isso de coração, deixando de lado toda a política árabe, ditaduras, os possíveis radicalismos, protestos violentos nem sempre justificáveis. Até porque não tenho o menor conhecimento de causa para falar deles. Deixo para os analistas de política internacional fazerem isso.

Só posso dizer que me encantei por um país e um povo caloroso, simpático, profundamente devoto ao seu Deus e absolutamente fã do futebol brasileiro. E é por gostar deles que inauguro a série de posts sobre o Egito, começando com este.

1. Porque eles têm que fazer alguma coisa.

Sim, os egípcios precisam fazer alguma coisa para mudar o seu país. Porque tudo o que a gente acha que não tá bom, tem que mudar.

 O país é pobre, pobre, paupérrimo. E não é possível que não se possa fazer nada a respeito. E que o governo não tem nada com isso…

Um exemplo: Eu esperava  muito de Alexandria. Eu, que guardava na minha memória as histórias da cidade branca, fundada por Alexandre o Grande, governada pela Cleópatra, palco dos lendários Farol e a Biblioteca de Alexandria…

Ruas de alexandria

… e o que vejo foi isso. Uma cidade suja, barulhenta, com os prédios em um puro estado de abandono.

E depois, o nosso guia local nos conta (uma das) razões: o governo baixou uma lei em que o reajuste dos aluguéis é proibido, e o  inquilino tem todo o poder de fazer o que quiser no apartamento em que aluga. E mais, o dono só pode retirá-lo se oferecer outra moradia.

O resultado? Os donos preferem deixar os apartamentos abandonados, sem nenhum investimento, trancados, em vez de tê-los como um investimento. Aí, faltam residencias para morar. E as pessoas, sem ter para onde ir, moram pelas ruas, nos cemitérios, amontoadas em áreas miseráveis. A pressão populacional aumenta. A cidade incha. O trânsito também. E ninguém investe em nada. Daí o estado de abandono.

Tá, um pouco parecido com o que acontece em alguns lugares no Brasil. O que me leva a pensar que, se a gente quer realmente mudar alguma coisa por aqui… reticências…

2. Porque a economia deles precisa da gente.

O Egito é um país muito pobre, e isso fica bem claro só de ver o povo deles. E como a principal locomotiva da economia deles é o turismo, conseguimos entender um pouco (embora nem sempre tolerar) o assédio dos vendedores em cima dos turistas.  Mesmo alguns sendo um saco, verdadeiramente impertinentes e por vezes aplicam alguns golpes (mais uma vez, nada muito diferente do que acontece em outros lugares do mundo), provavelmente as suas libras egípcias que eles visam com tanta avidez é o que vai garantir o sustento dele, da família dele (que provavelmente não deve ser pequena) e por um bom tempo. Claro que isso não é justificativa para tanta perturbação. Mas nos ajuda a entender um pouco o lado deles.

3. Porque eles são um povo encantador.

menina egípcia

Os egípcios são de uma simpatia ímpar. Como todo árabe, adora receber estrangeiros, fazem uma comida maravilhosa, servem um chá a qualquer hora do dia (by the way, experimentem o de hibiscus. Quente ou frio, é uma delícia!) e adoram conversar. Ah, sorriem muito!

Meninos egípcios

E se você disser que é brasileiro, tanto melhor! Não se surpreenda se algumas meninos e meninas (crianças, principalmente) pedirem para tirar foto com você (sem cobrar!). Eles adoram e admiram muito o Brasil.

4. Porque vale a pena.

Sim, o país é lindo. Demais. Desde as dunas escandalosamente lindas do Sahara…

 … aos passeios deliciosos pelo Nilo…

… fechando com o Mar Vermelho e todas as cores dos seus corais – não por acaso considerado o melhor do mundo para mergulhar.

Em suma, um país cheio de lugares e experiências únicas.

5. Por causa delas…

Ah, é verdade… Ainda tem elas, tem esse pessoal das antigas… Tanta coisa legal que eu quase esqueci…

Comments

COMPARTILHAR
Artigo anteriorSan Francisco – Pedalando nas Nuvens
Próximo artigoEgito: Guerra ou falafel?
Sou jornalista e escritora. Eu criei esse blog como um hobby: a idéia era escrever sobre minhas viagens para não morrer de tédio durante a recuperação de um acidente de carro. Acabou que tanto o blog quanto as viagens mudaram a minha vida (várias vezes, aliás). Por isso, hoje eu escrevo para ajudar outras pessoas a encontrarem as viagens que vão inspirar elas também.

15 COMENTÁRIOS

  1. O Egito faz parte dos meus sonhos desde a época da escola. Eu lia os textos das aulas como quem lia um livro de romance, já sonhando em conhecer de perto séculos de grandeza. É muito triste ver que um país outrora tão importante é hoje tão pobre… Vamos torcer para que eles consigam promover mudanças de verdade!

    Beijos!

    • Camila, estamos nos organizando para irmos ao Egito em fevereiro de 2013, vc achou perigoso, ou ainda, vc acha que dá pra ir sem medo de conflitos??
      Esses conflitos que esta havendo por lá, é visivél aos olhos dos turistas?
      Obrigada,
      Ivana

      • Ivana, eu saí de lá exatamente duas semanas antes da revolução, e confesso que foi uma surpresa, porque achei tudo absolutamente normal. Entendo que as pessoas ficaram receosas depois do que aconteceu, mas posso te falar de acordo com uma fonte de lá: volta e meia tenho contato com o guia que nos recebeu lá, e ele informou que o país já se recuperou, os tumultos não acontecem mais, só que, pelo contrário, muitos turistas ainda estão receosos de viajar, e por isso mesmo a estrutura turística egípcia está sofrendo com isso, uma vez que o movimento baixou muito e isso é um dos principais sustentos do país. Li também uma matéria num jornal britânico que falava a mesma coisa, inclusive ressaltando que a hora de visitar o Egito é agora, especialmente porque eles estão precisando disso.
        Aproveito para acrescentar que, se puder, passe mais dias fora do Cairo: as melhores atrações são o Mar Vermelho, o Western Desert, Luxor e Aswan. E ainda estão fora dos centros políticos. No Cairo, priorize as pirâmides, as mesquitas, o mercado e o Museu do Cairo. São imperdíveis e o suficiente para você curtir a cidade sem se estressar (especialmente com o trânsito deles!).

        Vá e aproveite! A viagem é linda! 🙂

  2. Clarissa, que foto maravilhosa é aquela do passeio de barco pelo Nilo?? Fiquei boquiaberta! Adorei o post, a crítica, e vou esperar pelos próximos! Sem dúvida Egito é um lugar impressionante, que merece ser visitado e preservado principalmente! (tristeza aqueles saques no museu recentemente hein…)

  3. Amei seu post!!! Como a gente já havia conversado, eu pretendia ir em maio pro Egito. Mas, com todos estes acontecimentos, resolvi adiar. Mas com um forte aperto no coração, porque é um dos grandes sonhos da minha vida! Bjks, Lu Tesch.

  4. Clarissa

    Muito legal sua analise sobre o Egito.. É muito triste ver um pais com tanto potencial nas mãos de um governo apático e incompetente..
    Nos resta apenas torcer que as coisas logo tomem um rumo de transformação e não apenas uma troca de peças (presidentes)…
    As fotos estão lindas 😉 ainda bem que esta crise não explodiu durante sua estada 😉

    Bjs

  5. Bacana o post! Muito legal! Não conhecia seu blog e adorei!
    Estou indo lá para perto agora, espero que o conflito não se extenda aos paises vizinhos e que tudo se resolva pacificamente e o mais rapido possivel! O Egito é um patrimonio mundial!
    Abraços

  6. Como a Camila disse, o Egito sempre me encantou desde a época do colégio… Conhecer as pirâmides deve ser incrível!!!!
    É muito triste tudo isso que está acontecendo por lá… Mas ver a força do povo lutando, é inspirador! Tenho certeza de que eles sairão fortalecidos e vitoriosos dessa briga toda pela democracia!

  7. Eu estive no Egito em maio desse ano ,as pessoas sao muito humildes e pobres muito pobres ,visitei as piramedes e fiquei surpresa como e encatadora andei de camelo,as pessoas la sao amorosas ,la tem varias pessoas e crianças pedindo dinheiro para comprar algo para comer e de corta o coração,nao sei se voltaria para l,a ,mais foi experiencia unica.

  8. Lindo seu relato e tudo que conta sobre o Egito ! Me emocionei de verdade com esse post…
    Sempre sonhei com Egito e esse ano se Deus quiser irei realizar.
    Se puder entrar em contato comigo, adoraria conversar mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário! :)
Por favor escreva seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.