1. Se você for numa lanchonete dessas chinfrim de esquina e pedir um hamburguer com “papas fritas”, deixe claro que você quer que as “papas” sejam servidas ao lado do sanduíche, e não dentro dele. Sério!

2. Ao embarcar em um ônibus de viagem durante a noite (foi o que fizemos para ir de Arequipa a Cusco) e estiver se arrumando na sua poltrona para cair no sono, não estranhe se um tiozinho uniformizado entrar com uma filmadora e registrar imagens dos passageiros, um por um. Pergunte, inclusive, por que ele faz isso, e você ouvirá ele responder: “É que esse trecho tem muitos assaltos e sequestros, então se tiver algum bandido entre vocês ou se acontecer alguma coisa com os passageiros, nós conseguimos manter um registro de quem está nessa viação”.

Aí, quando ele disser isso, fique tranquila, porque aí pelo menos sua mãe vai ter uma imagem da última vez que você foi vista com vida, e volte a dormir.

PS: Isso também não é brincadeira… Aconteceu em quase todos os ônibus que pegamos no Peru!

Comments

Artigo anteriorÔnibus e carros na fronteira Chile X Peru
Próximo artigoDe Cusco para Macchu Pichu: como chegar?
Clarissa Donda
Sou jornalista e escritora. Eu criei esse blog como um hobby: a idéia era escrever sobre minhas viagens para não morrer de tédio durante a recuperação de um acidente de carro. Acabou que tanto o blog quanto as viagens mudaram a minha vida (várias vezes, aliás). Por isso, hoje eu escrevo para ajudar outras pessoas a encontrarem as viagens que vão inspirar elas também.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário! :)
Por favor escreva seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.