Recomendo: Guia Ducs Amsterdam

^
Conheça a Loja Dondeando Por Aí

Recomendo: Guia Ducs Amsterdam

Quando me preparo para viajar, gosto de recorrer a três tipos de fontes para buscar informações:

  • Amigos que já estiveram lá;
  • Blogs de viagem;
  • Guias de Turismo;

A ordem não é exatamente essa, mas é quase. Primeiro por que conversar com amigos é sempre mais bacana, pois as dicas vem carregadas do toque pessoal de quem passou pela experiência. Blogs também têm esse viés.

Já os Guias geralmente são mais imparciais, mas cheios daquelas informações práticas e objetivas que a gente precisa na hora do “vamo vê”. Uma mão na roda – especialmente se o destino em questão envolve muitas idiomas com consoantes juntas, desafiando a inteligibilidade das placas e o seu senso de direção e de familiaridade com o mundo…

Tipo assim, quando você está passeando por um país como… Holanda.

Por essa razão que gostei muito e recomendo o Guia Ducs Amsterdam. E não só porque é autor de um blog que eu acompanho e aprecio.

 

Capa guia ducs amsterdam 304 Recomendo: Guia Ducs Amsterdam

Mas principalmente porque as dicas e informações são detalhadas, mastigadinhas, bem humoradas e com aquele viés de quem é gente como a gente, já ficou perdido morando lá e que hoje sabe do que está falando quando dá o caminho das pedras. Que é o caso do Ducs. Então, ao ler o texto tinha a sensação de que estava simplesmente batendo um papo com um amigo nesses barzinhos de esquina, enquanto tomava notinhas na minha agendinha…

Ou seja, junta o melhor dos três mundos.

Outra coisa que gostei também: tem aquelas dicas, toques e macetes bacanas, que vão além da informação “onde ir”, “chegar que horas”, etc. São aquelas coisas do “Amsterdam way of life” que as vezes a gente nem sonha que rola e que poderiam ajudar a ter uma experiência de viagem – e não se restringir só àquele check-list marcadinho do tipo: “vi isso, vi aquilo”.

 

São dicas que vão desde  andar de bicicleta na cidade sem dar a pinta de turista desorientado e perdido, até a explicação de que o stroopwaffle, o biscoitinho pecaminosamente delicioso holandês tem aquele formato e que não é a toa: faz parte de todo um ritual  de degustação da iguaria (ficou curioso? Procura mais lá!).

Eu sou suspeita. Acho que nunca é demais visitar uma grande cidade sem saber as informações certas sobre ela. É como ter uma super câmera fotográfica e não ler o manual: a gente nunca vai aprender a explorar todos os recursos que ela pode oferecer.

O Guia está disponível no formato digital (você leva no seu e-reader ou tablet, sem pesar na bolsa) e custa 19,90 euros. Para comprar basta comprar pela internet aqui ou entrar direto no site do Ducs e saber mais sobre o Ducs por lá…

 

Jornalista e profissional de Marketing, largou a vida empresarial certinha para descobrir se viajar o mundo ia fazê-la uma pessoa melhor. Isso há alguns anos; hoje ela continua viajando pelo mundo afora, ainda não aprendeu a dobrar mapas, volta e meia se perde com a falta de rotina e escreve-apaga-reescreve por horas o mesmo post até publicá-lo. Mas é muito mais feliz. Ô se é.

    Siga-me

Comentários do Facebook

Comentários do Blog - 1 Comentário

  1. Heitor

    Clarissa, muito legal a sua recomendação. Acabei de ler outra similar em outro Blog. O guia deve ser bom mesmo ! Quando estiver planejando viagem a Amsterdan, vou considerá-lo. Abraço !

Deixe seu Comentário