Gente diferenciada
outubro 30, 2013 posted by Clarissa Donda

Hurtigruten – o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

 

Se cruzeiros em si já são uma experiência inesquecível, fazer um cruzeiro pelos fiordes da Noruega é uma viagem pra levar para a vida toda.

Por todos os motivos, aliás: pelo país em si, distante, de paisagens mágicas e arrebatadoras. Pela experiência absolutamente mágica de ver numa mesma viagem fiordes, geleiras, costas recortadas de águas escandalosamente verdes, paredões de pedra, renas, bacalhau (com cabeça!), salmão, indígenas em plena Europa e, dependendo da época do ano, ainda ter a chance de ver de perto o sol da meia noite ou a aurora boreal. Tudo isso num só barco.

E também é uma experiência para poucos por causa do preço – um cruzeiro completo chega a ser 2.856 euros para o casal, com todas as refeições incluídas.

Mas se vale a pena? Ô se vale. Alguns rotas de cruzeiro preveem uma passadinha em algumas cidades da Noruega e seguem para Dinamarca ou a Islândia, como a Royal Caribbean, a MSC e a Costa Cruzeiros. Ou, ainda, a Hurtigruten, a mais tradicional companhia norueguesa de navegação – e que é bem diferente dos cruzeiros tradicionais. Viajamos em parceria com eles em meados de julho de 2013 e explicamos aqui em detalhes como funciona:

Navio Vesteralen Hurtigruten Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

Porque escolhemos a Hurtigruten?

- Por ser uma empresa tradicionalmente norueguesa, ela oferece a possibilidade de conhecer uma experiência verdadeiramente norueguesa. O nome Hurtigruten vem de “hurtig ruten”, ou “rota mais rápida” em norueguês, e é o caminho em que muitos moradores do país fazem de um porto ao outro.

- Esqueça os navios tradicionais com piscina e animadores: os navios da Hurtigruten são navios de carga, pois são eles que fazem o transporte via marítima de forma mais rápida entre os portos de todo o país. A vantagem é que com isso é possível chegar a pequenas cidadezinhas e lugares que seria mais difícil – e beeeeem mais caro  chegar de avião ou carro, por exemplo;

Mapa hurtigruten Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

Rota de todas as cidades em que os navios da Hurtigruten pára.

Mas porque eu ia querer parar nessas cidadezinhas?

Aí que está: é nestes pequenos portos ao longo da costa norueguesa que você tem a chance de participar das experiências tipicamente norueguesas, como a pesca de king crab, visitar um aquário gigante, caminhar por glaciares, conhecer a herança viking e suas influências na região, andar num trenó puxado por cachorros, fazer um passeio pela Lapônia e conhecer os Samis, fazer observação de renas e fazer uma legítima refeição Sami com as famílias nativas, ver de perto as águias dos mares e a secagem dos bacalhaus, etc… São diversas opções de excursões, uma mais interessante que a outra (veja a relação aqui).

cavalgada praia lofoten noruega Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

Cavalgada nas praias de Lofoten, um dos destinos mais bonitos do país.

Povo Sami e suas renas na Lapônia Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

Um acampamento Sami, na Lapônia. Os indígenas são nômades e vivem quase que exclusivamente da pesca e da criação de renas.

Fica uma observação: ano passado eu havia ido para um cruzeiro da Royal Caribbean pela Grécia e Itália (passando por Corfu, Santorini e Éfeso, na Turquia). Lá o cruzeiro foi bem interessante, com toda a animação, piscinas, jacuzzis e boates – quase um resort sobre águas, o que é bem diferente da programação à bordo do Hurtigruten. Mas por outro lado, em termos de experiências em terra com os locais, o Hurtigruten oferece muito mais possibilidades de passeios. É um cruzeiro para quem quer conhecer o país de verdade, e não ficar só no barco.

Como funcionam as excursões?

Cada excursão pode ser comprada com antecedência ao reservar o pacote no site do Hurtigruten, ou com o tour leader, que faz toda a apresentação do barco e apresenta a programação de cada dia.

Há portos em que o navio fica ancorado apenas por 15 minutos. Em outros, o navio fica de 1 a duas horas. Nesse período, é possível fazer pequenas caminhadas ao redor – as cidades norueguesas são pequenas, simpáticas e muito seguras para se passear – e muitas vezes o próprio guia convida os passageiros a uma pequena caminhada pela cidade, mostrando pontos turísticos importantes ou levando-os para algum evento que esteja acontecendo. Parece pouco, mas é o suficiente para ter o gostinho da cidade.

alesund à noite 2 Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

Ålesund à noite: a parada de uma hora à noite nos deu a chance de passear um pouquinho por essa fofura de cidade, que diz-se que é um dos mais belos night tours da Noruega.

Casinhas Trondheim Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

As casinhas fofas de Trondheim: a cidade mereceu uma parada de mais tempo, o que foi suficiente para conhecer a Igreja NIdaros, o museu de arte da cidade e ainda dar uma volta pelas ruas simpáticas de casinhas coloridas. Mas Trondheim merece mais tempo!

Nós, por exemplo, pegamos uma apresentação de música clássica e algumas apresentações do Festival de Jazz de Molde, uma das cidades por onde paramos. Uma delícia!

Quem faz as excursões, porém, não fica apenas alguns minutos: no porto determinado onde sairá a excursão, os passageiros são encaminhados até uma agência que cuida de todo o passeio, e depois embarcam em um ônibus ou van que os leva até o próximo porto onde o navio vai parar. Tudo cronometrado e certinho – a ponto da gente ver, da terra, o barco se aproximando do porto. Não há chance de ficar a ver navios!

E para quem quer esticar a estadia em algumas das cidades?

É possível também. A rota do Hurtigruten sai de Bergen, a cidade fofíssima que é a porta de entrada para os cruzeiros nos fiordes, e sobe o país até Kirkenes, a poucos metros da fronteira com a Rússia – e lá no alto do Círculo Polar Ártico (e é lá que você vai ter mais chances de ver a aurora boreal e o sol da meia noite!).

Ou seja, tem uma série de portos no meio do caminho onde o navio vai parando, e é possível planejar sua reserva de modo que você possa parar em uma das cidades para ficar por mais uns dias, antes de seguir caminho de navio ou voltar.

Minha sugestão? As cidades maiores como Bergen, Tromso, Trondheim e as belíssimas ilhas Lofoten merecem uma esticada. Foram as que me deu mais pena de ter ficado tão pouco tempo. E para quem vai no inverno norueguês, esticar em Kirkenes também vale a pena, para aproveitar mais noites de aurora boreal, pescar king crab (lá é o melhor lugar) e conhecer a fronteira russa – afinal, você já estará tão pertinho!

E qual a estrutura do navio?

A Hurtigruten opera diariamente por todo o ano – ou seja, sempre vai ter um navio saindo do porto de onde você está. São vários os navios, de tamanhos diferentes e estruturas diferentes. Eu fui no MS VESTERÅLEN, um dos navios mais antigos, de 1983, ms bem confortável. Particularmente, eu gostei da experiência, porque acho que um navio mais antigo têm toda uma vibe nostálgica e cheia de história de navegadores (e uma delas foi descobrir que o Paulo Coelho, escritor, já fez exatamente esse tour que eu fiz, naquele mesmo navio, há alguns anos atrás). Mas a frota também inclui navios mais novos, e diferentes tipos de cabines à escolha (para famílias, para casais e cabines individuais).

A minha cabine era mais simples e individual. Mas bem confortável: quentinha (importantíssimo, em se tratando de Noruega), e com um banheiro desses padrão de cruzeiro (mas com a ducha forte e bem quente, outro ponto fundamental!).

quarto navio Hurtigruten noruega Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

Ah, importante: sim, o navio tem wifi gratuito para os passageiros. icon smile Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega E funciona – às vezes devagar, mas funciona. O sinal geralmente ficava melhor nas salas de convivência e próximos ao refeitório. No quarto pegava o suficiente para enviar um e-mail simples, mas o bom é que não faltou comunicação em nenhum momento.

Há duas opções de pacotes: você pode comprar o que tem todas as refeições incluídas ou apenas o café da manhã – e fazer suas refeições à parte em uma lanchonete do navio, que oferece pratos prontos, pizzas e sanduíches com uma cara bem gostosa, além de outros lanches e que recebe o pagamento à parte.

Para quem tem todas as refeições incluídas no pacote – era o meu caso – você recebe no ato do check-in um cartão que indica qual mesa e qual horário é o seu jantar (somente os jantares tem horários distintos em que todos são divididos em horários e mesas). Haviam dois horários: 19:30 e 21:30. Se você estiver apenas com uma família de 3 pessoas ou um casal pode ser que na janta você tenha que dividir a mesa com outros passageiros – mas em geral é uma boa chance de confraternizar!

salão refeitório navio hurtigruten noruega Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

Já no almoço tanto o horário quanto a mesa ficam à escolha. O café da manhã e o almoço são servidos num esquema de buffet e na janta o serviço é a là carte – mas o menu em geral já está definido para cada dia. Se você for vegetariano ou preferir uma refeição especial, é só avisar no ato da reserva que a equipe do navio já prepara.

Vantagens do sistema all-inclusive: já está tudo incluído mesmo, e você pode experimentar pratos diferentes em cada dia: por exemplo, eu comi carpaccio de rena (que as renas fofinhas me perdoem, mas a carne delas era uma delícia), carne de alce, e diversas variações de salmão norueguês e bacalhau. Desvantagens do all-inclusive: se você por acaso não gostar do prato, não tem muita opção diferente para comer.

Mas fica uma dica: se você está no esquema do all-inclusive e num dos dias for participar de uma excursão que o faça perder o horário de uma das refeições, basta falar com o tour leader – o responsável pelo agendamento dos guias dentro do navio – que ele te dá um voucher para comer na lanchonete. Vale dizer também que os lanches da lanchonete tinham uma cara ótima (exceto o café, mas aí é porque eu acho que nada bate o nosso cafezinho brasileiro).

refeição navio hurtigruten noruega Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

Buffet de saladas dos navios Hurtigruten. para quem gosta de comidas saudáveis, taí uma festa: o buffet sempre inclui vários tipos de saladas e peixes.

Mas em geral, o interior do navio é calmo, sem piscina ou animações. Há algumas salas de leitura e convivência – onde muitos velhinhos ficam jogando o seu carteado ou tirando um cochilo – e uma sala simples para crianças.

Mas aí que tá: o bacana do navio, mesmo, está do lado de fora…

Fiordes Noruega Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

Vista de alguns dos fiordes por onde passamos… vale a pena aguentar o frio um pouquinho para ver de perto paredões como esse!

Vista do Navio Hurtigruten Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

paisagem norueguesa Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

Paisagem noruega Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

Eu não tive muita sorte com o tempo: mesmo verão, choveu bastante na semana em que fiz o tour, e por isso não vi o mar nas suas melhores cores. Mas aqui e ali eu tinha uma visão de como eram as águas de esmeralda dos mares noruegueses.

O exterior do navio é branco, com muitos equipamentos de seguranças e sem aquela visão que esperamos de um cruzeiro tradicional: piscinas, jacuzzis e cadeiras de sol.

interior navio vesteralen Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

Pelo contrário, mesmo no verão faz bastante frio por causa do vento… Então vale sempre sair com um casaco à tiracolo – mas o navio possui também uma área protegida com vidro, se você quiser se proteger do vento, mas curtir a vista ao redor… 

Que, aliás, fica melhor ainda quando estamos nos fiordes! icon smile Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

Trollfjorden Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

A viagem não pára neste post… Acompanhe!

Mas uma coisa é certa:  o slogan da Hurtigruten é “a trip of a lifetime”. Ou seja, quem está esperando um cruzeiro tradicional – como eu estava –  pode se surpreender. Foi o meu caso, mas para melhor! icon smile Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

Esta jornalista e blogueira fez o cruzeiro de Kirkenes a Bergen em parceria com a Hurtigruten em julho de 2013.

 Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

Clarissa Donda

Jornalista e profissional de Marketing em horário comercial, e aficcionada por viagens, esportes radicais e natureza nas horas vagas. Sou apaixonada por fotos de caminhos, dias de sol, lugares exóticos e pessoas idem. Fotógrafa amadora. Mochileira convicta. Esportista Sofrível. Leitora voraz. Humilde assalariada. Cosmeticamente ativa. E feliz - geralmente tudo isso ao mesmo tempo.

More Posts - Website

Follow Me:
twitter Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruegafacebook Hurtigruten   o mais norueguês dos cruzeiros da Noruega

5 Comments

  • Boa dica!! Não sabia da existência deste tipo de cruzeiros e parece muito interessante mesmo! vou investigar preços! :)

  • Olá Clarissa,
    Muito obrigada pela dica de melhor época para a aurora boreal na resposta ao meu comentário no seu outro post. Estamos pensando em mudar, mas com muito medo do frio. Eu estive em Bergen no verão, vi os navios da Hurtihruten partindo, trouxe um monte de folhetos deles. Isto há uns 10 anos atrás. Só mais uma perguntinha, não sei se ainda vai falar a respeito nos demais posts, já que foi em parceria com eles. Eles tem representação no Brasil?
    Uma vez fiz uma pré reserva para a Antártida, que depois não fui, e tudo era respondido e deveria ser pago em libras por uma agencia de Londres. Muito obrigada e desculpe tanta pergunta. Abs

    • Oi, Flora!!!
      Que eu saiba, eles não tem representação no Brasil não, mas a compra pode ser feita direto no site deles e o pagamento é em euro (embora, lá no navio, é feito em coroas norueguesas).
      Eu fui em parceria, mas tanto a parceria quanto, suspeito, a compra mesmo, foi toda acertada por e-mail, e eu estava na Inglaterra na época. Não tive que acertar com nenhuma agência em Londres não, foi tudo direto com eles, e fiz o contato pelo site. E eles foram bem atenciosos o tempo todo. Acho que você pode fazer pelo mesmo processo, sem agência no meio.

  • Olá Clarissa.
    Gostei muito do seu post sobre a Hurtigruten.
    Espero ir a Noruega em Agosto com a minha família, já fui ao site da Hurtigruten, mas as viagens são só de ida? Não posso comprar ida e volta? Vocês fez a viagem de Bregen para Kirkines, e como fez a volta?
    Bjs.

    • Ana, eu fiz na verdade de Kirkenes a Bergen. A ida a Kirkenes eu fiz de avião, e com a Hurtigruten fiz apenas a volta. Mas pelo que eu vi, fazer a ida (de Bergen a Kirkenes) é que tem os passeios mais interessantes, e lamentei não poder ter feito neste sentido.
      As viagens são nos dois sentidos. Você pode ir no site deles e marcar naquele box ao lado a “Round-trip” (que é ida e volta), ou ver na parte de Schedule as viagens Northbound (ida) e Southbound (volta).
      Na dúvida, manda um email para eles, em ingles (http://www.hurtigruten.com/utils/contact-us/). Eles respondem rapidinho! :)

      E se você for em Agosto você vai pegar um tempo ótimo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>