Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

^
Conheça a Loja Dondeando Por Aí

Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

Quem teve aula de ciências na infância deve se lembrar da tia Tetéia descrevendo as características da água: algo como incolor, inodora e insípida. Correto?

Rá. Fato que a tia Tetéia não devia ter conhecido as Cataratas do Iguaçu.

Porque é impossível afirmar isso quando se visita as Cataratas. Impossível não se maravilhar com aquele mundo de águas caindo e seus arco-íris, com seu barulho ensurdecedor e sua névoa refrescante. Não por acaso, são consideradas as mais bonitas do planeta.

Vale avisar que esse título de Miss Cataratas não é simples bairrismo: revistas consagradas como a Lonely Planet e o The Guardian corroboram o título, que foi disputado antes pelas duas outras grandes: Niágara e Victoria Falls. Para saber mais sobre elas, clique aqui.

E, também não por acaso, elas estão concorrendo ao título das Sete Maravilhas Naturais do Mundo. Já estão entre as finalistas, inclusive. Mais um motivo para se orgulhar do que a gente tem – e ir para conhecer, claro.

Aliás, momento boca-de-urna: você já votou nas Cataratas? Já deu sua contribuição? Vem aqui rapidinho e vota. Não dói.

Logo, só elas já justificariam uma visita muito da merecida a Foz do Iguaçu. Então, eis aqui um roteiro para curtir as Cataratas ao máximo de emoção e nos mínimos de detalhes – e de quebra, ainda da para comprovar que a Tia Tetéia tava errada mesmo (afinal, adoramos discordar de autoridades).

Com vocês, dicas para ir até as Cataratas e sentir na pele que está lá. Literalmente e sensorialmente falando. Com direito a cor, som, sabor e sensações. E nos modos “com” e “sem” emoção.

Desculpaê, tia… Até porque Maravilhas do Mundo não podem ser descritas com palavras. E mesmo que pudessem, certamente “insípida” não seria uma delas…

Visão – Passeio de Helicóptero sobrevoando as Cataratas do Iguaçu

Cataratas do Iguaçu um deleite para os olhos Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

As Cataratas do Iguaçu são ou não um deleite para os olhos?

Que as Cataratas são grandiosas, não há dúvidas. Então, na hora de brindar seus olhos com a vista delas, escolha um passeio à altura – ou nas alturas, tanto faz.

Sobrevoando de Helicóptero as Cataratas do Iguaçu Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

Essa é a vista da janela do trabalho desse rapaz desafortunado…

A experiência de voar de helicóptero é única, e fazê-lo sobre as Cataratas é indescritível – e acessível para os turistas. O vôo dura 10 minutos, e pode ser feito “com”ou “sem” emoção – esta, na verdade, uma manobra que ele faz na hora de voltar que é ousada o suficiente para dar o friozinho na barriga, sem perder o foco na segurança.

 E a vista? Bem, veja por si só se não é suficientemente persuasiva…

Vista aérea das Cataratas do Iguaçu Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

Depois de ver isso, a gente começa a imaginar porque todas as outras cachoeiras geralmente são chamadas de Véu da Noiva. Porque o véu em questão é fininho, fininho…

Quem Leva:

Quem faz o Passeio é a Helisul.  Custa R$175,00 por pessoa (10 min) ou R$ 1.800,00 (35 min) para 4 pessoas.

Endereço: Helisul Foz do Iguaçu, Rodovia das Cataratas Km 16,5 Fone: (45) 3529-7474.
E-mail: atendimento@helisul.com

A Loumar Turismo comercializa o pacote Passaporte Santos Dumont, que inclui o vôo de 10 minutos, o Macuco Safari e o almoço no Restaurante Porto Canoas, do ladinho das Cataratas. Um combo que vale a pena!

Audição – Cataratas do Lado Argentino

Que a briga Brasil versus Argentina sobre quem leva a melhor em alguma coisa é eterna, sabemos disso – e se estende até  sobre qual dos lados das Cataratas é melhor de se visitar: o argentino ou o brasileiro.

Nem entre na pendenga. Visite os dois e ponto.

Até porque ambos são diferentes: o lado brasileiro é mais distante das quedas, e por isso oferece o melhor panorama para fotografá-las. Porém, é do lado Argentino que é possível vê-las de perto (uma vez que ele detém 70% das quedas em seu território) e maravilhar-se com o som enfurecido da vazão d´água que ecoa Cataratas adentro.

Queda dagua Cataratas do Iguaçu Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

Pela imagem é possível ter uma idéia do som que faz essa água toda ao cair…

Espetáculo à parte é ver e ouvi-las na Garganta do Diabo, uma fenda em formato de U com 80 metros de altura e ponto de maior vazão da água. Um daqueles lugares especiais do mundo para se sentir pequeno diante de tanta imensidão da natureza.

Vista Aérea das Cataratas com a Garganta do Diabo Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

Vista aérea das Cataratas do Iguaçu. A Garganta do Diabo é a fenda em forma de U que fica bem na ponta da formação rochosa.

O som, segundo a metáfora de um gringo anônimo que visitou as Cataratas, é  “como se subitamente milhares de televisões fossem ligadas no volume máximo ao seu redor. É impossível ouvir seus próprios pensamentos.”

O que não é necessário, visto que é certo que seu pensamento neste momento seria algo parecido com “ooohh..”.

O passeio pelo lado argentino dura um dia inteiro, e vale muito a pena, visto que você caminha ao longo das Cataratas por passarelas muito bem estruturadas. E, mesmo que em algum momento você esteja longe do furor incessante do som das águas, sempre haverá um “Buenos dias” dito com muita simpatia por algum de nossos hermanos hospitaleiros para lembrar a seus ouvidos que você cruzou a fronteira e que ouvir espanhol também faz parte da experiência.

Quem leva:

A Loumar Turismo tem o Passaporte Argentina, um pacote que especial para passar o dia vendo as cataratas do lado de lá. Custa R$ 160,00 e inclui uma aventura no barco e almoço típico argentino. As tarifas de entrada no parque são pagas à parte – valores podem ser encontrados aqui.

Tato – Macuco Safari

Macuco Safari Foz do Iguaçu Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

Não se engane. Mesmo das passarelas, você se molha. O vapor da água que levanta em função do volume da queda é enorme, o que ajuda a fazer lindos arco-íris – mas também molha, e muito. Uma saída, caso você queira continuar sequinho é adquirir uma das capas de chuvas que vende por lá (custa R$ 5,00).

Mas vai que você viu as Cataratas, achou tudo aquilo muito lindo, mas por algum motivo, achou que era pouca água para o seu caminhãozinho. Para você, quem está nas Cataratas é para se molhar e que ver tudo das passarelas é pedir um passeio no modo “sem emoção”. Pois bem.

 O Macuco Safari é para você. É um passeio feito em um bote inflável, com capacidade para 18 pessoas (16 passageiros e 2 condutores) que leva pertinho das quedas dágua. Até lá mesmo – você entra embaixo delas, praticamente!

Este passeio pode ser feito no lado argentino ou no brasileiro, e obviamente só acontece quando as condições naturais estão propícias. Com as Cataratas no auge da sua vazão o passeio não é oferecido por risco de acidentes. O que é bom – pode estar certo de que, se você fizer o passeio, todas as normas de segurança estarão sendo cumpridas.

Vista do Macuco Safari e a Catarata Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

Mas quando dá, e principalmente quando o dia está bonito, vale a pena: os passageiros vestem aquele colete salva-vidas, entram no barco, protegem suas câmeras (coloque a sua num case à prova dágua, ou então deixe no locker que está disponível para turistas, a R$ 5,00) e vão. A tentativa de usar capa de chuva é boa, mas não ajuda muito. Até porque quem está no Macuco é para se molhar.

Arco íris e Cataratas do Iguaçu vistas do Macuco Safari Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

O bote passa ao largo das grandes quedas, e frente aos inúmeros arco-íris que acontecem nos vapores dágua. A vista é inegavelmente fantástica. O passeio dura 30 minutos, e ao final o grupo é brindado com um banho nas águas das Cataratas.

Tipo uma chuveirada vitaminada: poderosa, revigorante e absolutamente gelada. Daquelas que arrepia o corpo, lava a alma e deixa as boas energias à flor da pele.

Cataratas do Iguaçu Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

Banho gelado = boas vibrações e novas energias!

Relaxa: faz frio, mas nada que a adrenalina não compense!

Quem leva:

O Macuco Safari está incluído em quase todos os pacotes oferecidos pela Loumar Turismo. Escolha o que mais te agrada aqui.

Mas caso queira fazer por conta própria, o serviço funciona diariamente das 9h às 17h dentro do Parque Nacional das Cataratas e custa R$130,00 por pessoa.

Paladar – Restaurante Porto Canoas

Prato de Saladas do Restaurante Porto Canoas Cataratas Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

Tudo bem que a água por si só pode até não ter gosto, mas a visita às Catataras tem. E dos bons. Bem do ladinho delas tem o Restaurante Porto Canoas, que conjuga uma boa variedade de pratos com uma vista especial e privilegiada do rio. Uma boa oferta de saladas (para alegria dos vegetarianos, que eventualmente podem estar cansados da enorme quantidade de oferta de carne própria dos destinos no Sul do país), complementam as porções de massas, peixes e carnes (os carnívoros confessos podem servir-se de uma costelinha altamente repetível). Destaque para os pratos de sobremesas, super convidativas para os mais diversos gostos: gelatinas inocentes disputam a atenção dos olhos com pudins de leite e tortas de chocolate de texturas cobiçadas e generosas. Um breve e delicioso momento de pausa para deleitar o paladar e repor as energias enquanto vê, calmamente e à sua frente, o rio (e a vida) passar.

Opções de sobremesas do Restaurante Porto Canoas Foz do Iguaçu Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

Yummy…

Quem leva:

Uma refeição no Restaurante Porto Canoas está incluída em quase todos os pacotes oferecidos pela Loumar Turismo para o Parque das Cataratas. Escolha o combo que mais tem a ver com o que você gostaria de conhecer aqui e “bon apétit”…

 

Olfato – Trilha do Poço Preto

Quati Foz do Iguaçu Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

Amigos narigudos e farejadores que conhecemos em Foz

Antes de achar absolutamente estranho a indicação de uma trilha como roteiro para estimular o seu olfato, pare e visualize o seguinte…

A Trilha do Poço Preto é uma das indicações de passeios de ecoturismo dentro do Parque das Cataratas. Ela começa numa passarela suspensa de 320 metros, no coração do Parque Nacional, e segue por 9 km que podem ser percorridos a pé ou em bicicleta num único sentido.
O trecho é tranqüilo e não exige muito preparo físico, mas mesmo os sedentários assumidos não tem do que se preocupar: existe um pequeno intervalo para descanso.

Trilha do Poço Preto Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

A vista, como todo o parque, é encantadora: espécies belíssimas de papagaios e tucanos, dentre outras aves, voam para lá e para cá. Não raro, uma anta dá o ar da graça. Sem falar na flora espetacular e nas águas. Os índios, que não eram bobos nem nada, usavam a trilha para contornar as Cataratas.

Quedas dágua Foz do Iguaçu Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

No final da trilha, um passeio de barco bimotor (ou caiaques, à escolha dos turistas) ao redor das ilhas dos Papagaios e das Garças, que brindam os visitantes com uma revoada de milhares dos ditos-cujos ao pôr do sol. Apaixonante.

O passeio dura em média 4 horas, é todo feito com guias especializados e tem saídas agendadas às : 9h30, 12h e 14h.

E aí você pergunta, cadê o olfato?

Ta aí, só que é preciso prestar atenção, pois o passeio é total contato com a natureza. É onde dá para curtir a vista e revigorar o espírito sentindo de perto aquele aroma bucólico e refrescante de mato molhado e frescor de terra. Típico cheiro de trilha de aventura, daquelas que vai formatando o disco rígido cerebral dos problemas enquanto a gente vai andando mato adentro.

Cheiro de verde Cataratas de Foz do Iguaçu: dicas para uma experiência em cinco sentidos

Ah, sim… e com um leve e sutil fragrância de repelente de mosquitos ao fundo. Absolutamente necessário para o passeio, devo dizer.

Quem leva:

A Loumar Turismo oferece o passeio pela Trilha do Poço Preto, combinado com outros passeios bem bacanas, no Passaporte Ecológico.

 

Gostou? Faça aqui sua pesquisa e reserve diretamente o seu hotel em Foz do Iguaçu:

==============================================================

Esta jornalista e blogueira foi a Foz do Iguaçu a convite da Agência Loumar Turismo e Hotel Bella Italia (Patrocínio) e Gol Linhas Aéreas Inteligentes (Transportadora Aérea)

 

Participaram do BlogTur em Foz do Iguaçu

Os Blogueiros: Maurício Oliveira (Trilhas e Aventuras), Átila Ximenes (Vou Contigo), Carol Wieser (Travel Forever), Carol May (Dicas e Roteiros de Viagens), Ana Catarina (Turista Profissional), Jana Calaça(Jeguiando), Julie Fank (De Mochila), Clarissa Donda (Dondeando por aí), João Aguiar (Viajando no Mundo), Flávia Vieira (Viajar é Tudo de Bom), Vinícius Raupp (Inquietos), Deise de Oliveira (Viagem pelo Mundo), Pedro Serra (Sem Destino) e Thiago Busarello (Vida de Turista).

Jornalista e profissional de Marketing, largou a vida empresarial certinha para descobrir se viajar o mundo ia fazê-la uma pessoa melhor. Isso há alguns anos; hoje ela continua viajando pelo mundo afora, ainda não aprendeu a dobrar mapas, volta e meia se perde com a falta de rotina e escreve-apaga-reescreve por horas o mesmo post até publicá-lo. Mas é muito mais feliz. Ô se é.

    Siga-me

Comentários do Facebook

Comentários do Blog - 15 Comentários

  1. Post simplesmente demais! Viajei nos 5 sentidos e fiquei muito motivado a ir às Cataratas. Fui no Chile recentemente e todos os chilenos que conheciam o Brasil, conheciam o rio e as cataratas. É o tipo de destino que os gringos já descobriram e que nós mesmo brasileiros pouco conhecemos. Está na lista das próximas viagens certo!

  2. Carolmay

    Fantástico este post Roomy!

  3. Ana Catarina Portugal

    Adorei, adorei e adorei 10 vezes. Uma maneira muito criativa de apresentar um lugar maravilhosos como Foz. Fiquei até com vontade voltar, rsrs. Bacana!!! Beijos

  4. Julie Fank

    Muito booooom, Cla! Adorei! Uma perspectiva diferente de contar o que foi a nossa sÚper experiência! Escrita deliciosa, relembrei tudo, tudo! Fiquei tipo a Ana, com vontade de voltar… Beijos!

  5. Thiago Cesar Busarello

    Excelente post! Representou tudo o que foi e o que sentimos ao visitar as cataratas. Sensacional.

  6. Carol Wieser

    Clarissa!
    Simplesmente sensitível esse seu post. Viajei em todos os sentidos e “sentidos”. Amei.
    Super beijos
    :)

  7. Temporada

    Que roteiro tão legal! Já li bastante a respeito desse lugar maravilhoso mas ainda não tinha lido um post com uma perspetiva tão própria como essa. Um desfrute!!

  8. Daniel Mesquita

    Uau, muito legal o post.Alias o blog é muito bom.
    Moro na Europa a um pouco mais de 2 anos e criei um blog tambem contando as coisas, elaborando roteiros, mandando fotos e etc. ai pesquisei blogs com assuntos parecidos com o meu e achei o seu que é otimo.
    Quando eu morava na Irlanda, tinha um senhor amigo meu Irlandes que me disse que as Cataratas sao de uma beleza rara, mil vezes mais bonita que a badalada Niagara Falls

  9. Marcelo

    Eu não conheço as cataratas, mas com esse seu post deu para ter uma boa ideia de como é legal. É um lugar que ainda pretendo visitar, e nessa altura vou voltar aqui para ver as dicas. Obrigado.

  10. Carlos

    Olá, você teria alguma dica (de proteção) para a utilização de máquina fotográfica no passeio do Macuco Safari?

    • Clarissa Donda

      Olá, Carlos!
      Eu utilizei uma câmera à prova d’água da Panasonic (que, aliás, recomendo muito!), mas muitas pessoas usaram um case de proteção. Tem alguns que são um box de acrílico (esses, quem usou, ficou satisfeito) e outros que eram uma espécie de saco estanque feito de PVC. Já nesses, a imagem ficava meio embaçada por causa do ar. De qualquer modo, você tem que procurar o melhor modelo para se ajustar à sua câmera. Em lojas de fotografia e de esporte costumam ter algumas opções.

  11. LeticiA

    Acho que é uma viagem que todos deveriam fazer pelo menos uma vez! As passagens para FOz, sempre tem um preço atrativo, as cataratas são incríveis! É um espetáculo divino! Sem contar que dá pra fazer uma farrinha no Paraguai comprando algumas coisinhas ( a gente sempre gosta de comprinhas)!

    • Clarissa Donda

      Leticia, concordamos com você! Foz é maravilhoso – e ter o Paraguai para comprinhas ali do lado é só um “plus” irresistível! :)

  12. Daiane

    Parabéns mais uma vez pelos seus posts, simplesmente maravilhoso esse ponto de vista de citar os 5 sentidos a serem explorados nas Cataratas. Vou com meu namorado em novembro para Foz, ficaremos 4 dias e queremos aproveitar o máximo que este passeio puder oferecer. Você sabe me dizer quais passeios consigo fazer no mesmo dia, para aproveitar o máximo de tempo? Queremos voar de helicóptero, fazer a trilha do Macuco e a trilha do Poço Preto. Sabe se nesta época do ano as águas estão boas para fazer a Trilha pelo lado da Argentina? Ainda queremos ir para PY fazer umas compritchas e visitar a Argentina! Só isso =) Muito obrigada e desculpe pelas milhares de perguntas! ;)

Deixe seu Comentário